14/03/2010

Meninos de Rua


"... Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus."


Não adianta fingir,
Nem contornar a situação,
Ela está diante de ti,
Não há como desviar a atenção.


São crianças nada mais,
Cujos olhos pedem em solicitude,
Eles querem paz,
Qual a sua atitude?


Não dá para ficar conformado,
Nem disfarçar olhando para o outro lado.
Lembremos que Cristo disse assim
“Quem fizer aos meus pequeninos, faze-o a mim”


O Senhor que abraçar a infância
E seus lamentos ouvir,
Deus que amar a cada criança,
Através de ti


Não dá para viver indiferente,
Nem praticar um amor aparente.
Embargaremos a voz?
O que faremos nós?


Rio de Janeiro, 1996.

3 comentários:

  1. muito inspirador, willian continue com esse trabalho maravilhoso que vc faz e Ñ dessanime nunca e que Deus te abençõe

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Jardel obrigado, a idéia ao ser provocativo é críticar nossa comodidade diante de uma responsabilidade que temos nas mãos.

    ResponderExcluir